2.10.18

CLUBE DO SOFÁ #2

Nenhum comentário



Oi pra ti do lado daí, tudo bem?
Acho que vocês sabem que eu amo assistir filmes, pra quem não sabe: eu amo! 😂
Enfim, eu não diria que sou cinéfila, pois eu não sou do tipo que "precisa" assistir algo ou sabe as falas de cor e blablablá, mas eu gosto, é algo que me relaxa e principalmente quando saio de alguma crise tudo o que eu preciso é um bom balde de pipocas e algum filme debaixo das cobertas. E esse foi basicamente o meu setembro: recheado de crises e filmes românticos. E resolvi trazer pra vocês alguns que eu gostei de assistir, na verdade apenas 3 pois eu gostei de todos.
Então prepara a pipoca aí!

Duração de 95min
Direção de Myriam Aziza
Lançado no ano de 2018
Gênero: romance / drama
Faixa etária: 16 anos  
Nacionalidade: 
Classificação pessoal: ❤️❤️❤️🖤🖤

filme é um romance que se passa em Paris, e tem como principalmente temática a dificuldade de sair do armário quando se tem uma família religiosa e tradicional, trazendo questões bem interessantes como a homossexualidade em outras culturas, mas me incomoda o fato dela ser lésbica e se envolver com um cara, porém o final me surpreendeu, mas ainda sim não foi o que eu esperava pois o filme inteiro se passa em torno do dilema de se assumir lésbica para a família ou se entregar de vez para um cara. Minha alma de lgbt militante ficou mesmo incomodada com isso e se não fosse por isso eu teria adorado o filme. Mas vale a pena assistir esse triângulo amoroso.

ASSISTA AO TRAILER:
 



Duração de 98min
Direção de María Ripoll
Lançado no ano de 2016
Gênero: romance / comédia
Faixa etária: 16 anos
Nacionalidade: Espanha
Classificação pessoal: ❤️❤️❤️❤️❤️

O filme se passa em Madri e tem uma história bem cômica, afinal abrigar seu pai que acabou de ser trocado pela sua mãe, seu antigo amor de infância que agora é um cantor famoso, sua irmã que é a noiva do cara que você gostava no colégio, o seu namorado que você mantem um namoro a distância a mais de um ano e o amigo dele que você nem se quer conhece, tudo na mesma casa que também serve de ateliê, é muita coisa pra processar. E ainda tem que lidar com a confusão interna e o seu empreendimento. Eu realmente adorei o filme e apesar da história não ser comum, é aquele clichê romântico que a gente gosta.

ASSISTA AO TRAILER
(não achei nada em português, então peguei em espanhol com legenda em inglês)




Duração de 95min
Direção de Ryan Sage
Lançado no ano de 2016
Gênero: romance / comédia
Faixa etária: 14 anos
Nacionalidade: EUA
Classificação pessoal: ❤️❤️❤️❤️🖤

Eu realmente não entendo porque um filme onde claramente tem cenas de sexo, mesmo que não sendo explícitas, a classificação indicativa é 14, sendo que o primeiro filme da lista, onde não tem se quer cenas assim, é +16. Mas enfim, o filme é aquela típica comédia romântica americana, onde o cara que não quer nada com a vida encontra uma guria que mostra pra ele que o tempo passou e as coisas mudaram. É bem legal e te faz dar algumas risadas com o choque de realidade deles, mas é bem "água com açúcar" na questão romance. Mas o final é realmente algo que eu não esperava, mas pra descobrir vocês vão ter que assistir.

ASSISTA AO TRAILER:
(também não encontrei em português então...)


É isso gente. Espero que vocês tenham gostado. Quando assistirem me contem e quem já assistiu me fala o que achou também! Aliás, se quiserem me mandar sugestões de filme, estou aceitando! 
Beijos, até mais! 

ME ENCONTRE: // // //
Leia Mais ››

23.9.18

o que vem a seguir?

2 comentários


Eu gostaria muito de ter escrito muitos outros posts antes desse, sempre pensei que meu blog teria inúmeras postagens, mas infelizmente a vida não é sempre como queremos. Meus dias na blogosfera sempre foram preenchidos pela indecisão e as fatídicas mudanças. Desde 2012/2013, quando descobri a blogosfera como "blogueira" e não apenas como leitora, eu nunca fiquei muito tempo com o mesmo blog, mas se engana quem acha que isso se restringe apenas à minha vida virtual. Eu sempre fui assim com praticamente tudo, vivia mudando a cor do meu quarto, o gosto musical, o estilo de roupa... Sempre fui assim e com o blog não seria diferente. E aí, um belo dia eu virei o "Carligrafias". Não me lembro exatamente como nem quando, mas em uma das minhas muitas mudanças, o Carligrafias nasceu. Mas é claro que ele não permaneceu o mesmo por muito tempo, eu logo enjoei e me obriguei a mudar de nome, mas mesmo mudando o tempo todo eu sempre terminava com o tal do Carligrafias na url. E foi assim que mudei todas as minhas redes sociais e me apeguei a essa representação de mim mesma.

Muita gente acha que o nome se dá ao fato de eu gostar de escrever, até porque acrescentando um R a palavra "caligrafia" se torna a tal da "carligrafia", mas não, esse nome nasceu da minha paixão por trocadinhos e fotografias. E nada mais justo que eu ter a minha própria representação, já que a minha vida sempre foi um grande processo de conhecimento e reconhecimento de mim mesma.

Ai, nessa loucura toda eu abandonei esse pedacinho de mim, mas como vocês podem ver, foi só por um tempinho... 2017 foi uma loucura! Eu, que comecei aquele ano empolgadíssima com a faculdade de Jornalismo, me vi terminando o mesmo querendo fugir dali o mais rápido que eu conseguisse. Conheci uma infinidade de pessoas e passei por diversas situações. Senti na pele o racismo, o machismo, a homofobia, a intolerância, a ignorância e o ódio, mas também fui feliz, amei e fui amada, tanto por mim como por outras pessoas, encontrei e reencontrei pessoas queridas, criei e desfiz laços que foram necessários para o meu crescimento e sim, eu cresci, cresci muito de todas as maneiras. Eu vivi tanta coisa que não caberia aqui... Mas 2017 já foi.  Agora chegou 2018 e ele tem sido um puta ano!

Troquei de faculdade, na falta de uma faculdade particular de Ciências Sociais ou Políticas que fosse próxima a mim, optei pelo Design de interiores. Foi uma mudança nada a ver, não é? A pessoa estudava jornalismo, queria ciências sociais e foi parar em Design de Interiores! E eu achei que nunca diria isso mas eu realmente me encontrei numa profissão. Não deixei de lado a minha vontade de cursar Ciências sociais mas o meu coração agora pertence à decoração.
Eu sempre amei criar, decorar e renovar, botar a criatividade pra funcionar sempre foi o meu forte e eu nunca fui tão feliz, academicamente falando. Nem mesmo o tanto de cálculo me impede de sorrir, aliás, eu tenho voltado a ter uma leve paixão pela matemática (pra quem não sabe, minha família é praticamente 100% composta por professores e a maioria é de exatas, inclusive minha mãe, de quem herdei a paixão pela fotografia e pela decoração).

Mas não é só de slide e kibe recheado com suco de laranja que eu vivo! 2018 me trouxe paixonites e novas amizades, também foi um forte aliado das minhas crises eternas de ansiedade e cooperou com a volta de muitos outros problemas psicológicos que eu acreditava terem ficado no passado, mas eu tenho seguido, um dia de cada vez, e isso me motiva e me orgulha muito.
Me aproximei da minha família (mesmo com as divergências políticas), principalmente com a chegada das minhas "filhas", sim, minha família aumentou! Ganhei 4 novas primas e ainda tem mais 3 vindo por aí!

Enfim, como eu disse, eu vivi e tenho vivido muita coisa. Esses quase 2 anos longe da blogosfera foram bem movimentados e eu só tenho a agradecer ao universo por isso.
Eu gostaria mesmo de dizer que voltei com o blog e que agora é sério mas eu realmente não sei o que vem a seguir, eu posso voltar aqui daqui uma semana, ou um mês, assim como também posso voltar em um ano ou (quase) dois. Eu só espero que quando eu voltar, tudo ainda esteja no mesmo lugar e que você também esteja aqui para me ler, pois quero fazer do "Carligrafias" a "representação escrita" de mim. 
Leia Mais ››

1.1.17

Daquelas promessas de ano novo...

20 comentários


Oi pra ti que tá do lado daí! Sei que sumi, perdoe-me por isso, mas a vida tem dessas chacoalhadas e eu fiquei que nem alga solta na onda sendo jogada pra lá e pra cá e agora cá estou na areia da praia da vida, observando um horizonte límpido e azul que Papai do céu reservou pra mim.
 2016 ficará de fato marcado em mim, foram só 12 meses porém foram intensos e reveladores.
Nesse ano que passou eu aprendi tanta coisa, mas principalmente eu me aprendi. Reconheci meus erros, concertei o máximo que eu pude e ainda estou apanhando para corrigi-los, conheci pessoas maravilhosas que foram luz e deixei a vida levar aqueles que foram âncora.
Nunca fui de comemorar as viradas do ano, pois sempre fui do time que acredita que não adianta mudar o ano se você não mudar primeiro. Mas esse virada foi especial, foi simbólica e significativa, mesmo eu não tendo comemorado, exatamente.
2017 enfim chegou, trazendo o gás a mais que eu precisava, trazendo vida, vida essa que eu espero aproveitar cada segundo e encher as 365 páginas desse livro de amor, alegria e realizações, e desejo o mesmo a você!
2017 só vai ser lindo, se você fizer com que ele seja e eu te convido a ter o melhor 2017, comigo, juntos, nessa jornada, compartilhando experiências, paixões, risadas e até mesmo as lágrimas.
E ai, vamos juntos?
Feliz ano novo Terráqueos!
Que o amor prevaleça!
Om Shanti! 🕉
Leia Mais ››